Depoimentos de pacientes – Fisioterapeuta Pélvica Jordana Dossin

 

Aqui você encontra o depoimento de pessoas que já realizaram tratamento em meu consultório!

 

fisioterapiapelvica

Vaginismo

Paciente B.F.:  “Tenho 20 anos de idade e namoro desde os 16, depois que comecei a manter relações sexuais com o meu namorado, comecei a sentir um pequeno desconforto que acabou se tornando em dores insuportáveis até o ponto em que não tinha mais condições de ter relação sexual. Constrangida por ser nova e não conseguir ter relações com o meu namorado, fui buscar algum tipo de tratamento, consultei com dois profissionais na área ginecológica e ambos me disseram que não havia nenhum impedimento físico e alegaram ser psicológico. Consultei então um psicólogo e fiz seções de Reiki, mas não tive melhoras em meu problema. Fiquei desanimada por não ver resultados positivos e parei por um tempo de buscar tratamento. Toda esta situação demorou em torno de dois anos e meio e  meu relacionamento foi ficando cada vez mais complicado, então fui buscar opiniões na internet e achei a fisioterapia pélvica que me deixou muito mais tranquila, pois mostrava que poderia ter uma solução para as dores que eu sentia. Comecei então a fazer o tratamento, e hoje, depois de algumas sessões consegui melhoras. A fisioterapia não ajudou somente nas disfunções sexuais, mas também em outros problemas como a constipação, me sinto muito melhor agora com o meu corpo e isto me faz muito feliz. O tratamento com a Jordana Dossin foi muito gratificante, me senti à vontade em todas as sessões e principalmente tinha esperanças de que iria melhorar, pois a cada consulta tinha um novo avanço. Acredito que muitas mulheres passam por situações como estas e se sentem inválidas, mas nem todas sabem que existe sim um tratamento adequado. Só tenho a agradecer!”

Paciente R.C.: “Aos 20 anos, após um ano de namoro e acreditando estar pronta e segura, tentei minha primeira relação sexual. A primeira vez veio acompanhada de dor e nervosismo, o que poderia ser considerado normal. Tentamos mais algumas vezes, mas não conseguia penetração pela dor insuportável que sentia. Busquei então ajuda ginecológica e por meio de exame físico nada de anormal foi identificado. Fui então encaminhada para tratamento psicológico com o possível diagnóstico de vaginismo. Seis anos de tratamento com psicoterapia se passaram. Superei muitas dificuldades nesse período, relacionadas a várias áreas da minha vida, profissional, família, preconceitos, crenças. Durante esse tempo paramos de insistir na penetração por várias vezes, pois todas as tentativas eram frustradas e causavam muito sofrimento. Passou muitas vezes pela minha cabeça que eu nunca conseguiria, que não poderia dar prazer ao meu parceiro de forma como normalmente acontece, duvidei até da minha capacidade de ser mãe através da relação natural entre homem e mulher. Então lendo um texto na internet sobre vaginismo, descobri o tratamento também por meio da fisioterapia. Levei o assunto para a psicóloga, a qual me explicou um pouco melhor sobre a possibilidade de tratamento e me incentivou em procurá-lo. Encontrei a Jordana e começamos o tratamento. Minha evolução e os resultados foram rápidos. Em 2 meses de tratamento conquistei a primeira penetração, de fato, sem dor. Choramos de emoção. Por isso sou muito grata aos profissionais que encontrei nesse caminho. Desistir na primeira barreira não é a solução. Graças ao tratamento me sinto realizada. ”

 Paciente T.M.: “Sofri um trauma relacionado ao sexo quando tinha apenas 13 anos e sou homossexual, o que fez com que minha vida sexual fosse sempre conturbada. Comecei a me aceitar de forma mais clara quando assumi a homossexualidade para minha família e iniciei tratamento psicológico. Mesmo assim, procurei tratamento de fisioterapia uroginecológica com a Fisioterapeuta Jordana, para tratar vaginismo. Durante esta caminhada, conquistamos vários objetivos, os quais me fizeram ter uma vida muito mais tranquila, me tornando uma pessoa segura e feliz comigo mesma e com meu corpo.”

Infecção Urinária e dor na relação sexual

Paciente R.B.: “Gostaria de deixar meu depoimento sobre o tratamento que realizei há alguns meses. Eu tenho 26 anos e sofria de infecções urinárias de repetição, além de senti muita dor durante a relação sexual. Fiz um tratamento onde realizei 7 sessões e simplesmente a dor desapareceu conforme o andamento das sessões. Um trabalho impecável, com toda assistência e dedicação! Recomendo!”

Constipação intestinal e incontinência urinária

Paciente C.A.: “Ter feito o tratamento com a fisioterapeuta Jordana foi muito importante para mim, pois passei muito tempo utilizando medicamentos para evacuar pois sempre fui muito constipada. Com seu método de tratamento, em 6 semanas eliminei os remédios e através de sua técnica e exercícios consegui eliminar a perda de urina. Só tenho a agradecer por terem me indicado a fisioterapia! Acreditem no tratamento, eu indico!”